NADA POÉTICA (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


Mestre das letras, ensina-me sua escrita, assim quem sabe possa tornar-me poeta e me banharei das fontes límpidas e higienizantes que as palavras nutrem e preservam. Quero jamais me prestar ao desvelo de deixar esse poetar,  que mataria também a sorte de quem gosta de  apreciar a arte de outro poetar onde a  poiésis é  morada direção de sua jornada.
Mesmo sendo a letra de outra dimensão, será essa toda poética condição de onde veem ventos, esses sopros que é pura inspiração. O paterno útero literário gera palavras que agem em harmonia
e  crescem, florescem e se traduzem em alegria ou elegias. Mas  o consolo do poeta é essa sua lida,  sua vida é sem cura, pois entre rumos e rimas poeticamente aí está a mistura que jamais sacia, mas certamente alumia muita mente escura.
Procuro a poesia que busca na insanidade, a dialética da humanidade que jamais poderá ser decomposta entre linhas que gritam por liberdade
diga que sim
O poeta é por vezes um pássaro que madruga, ele se irmana neste dia que nos torna irmanado às palavras;  O poeta  é  sal matutino, que tempera falas sabendo que  estas povoam noites, dançam madrugadas, colorindo assim a  poesia.
Já no amanhecer se silencia e nesse silencio amanhecedor rompe estrelas, se traduz em raios, permeando o dia desejando-nos que seja bom…
Anúncios
Published in: on 2 de agosto de 2017 at 2:06  Comentários desativados em NADA POÉTICA (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Blog Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Curtir THE Novo

Espiritualidade, Alegria e tudo que há THE novo

marcianossabemler.wordpress.com/

Para gostar tanto de livros, só poder ser ETE!

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

poesia lunar

cercada de poesia por todos os lábios

Portal Anarquista

pelo apoio mútuo e pela autogestão

%d blogueiros gostam disto: