MULHER COM H MAIÚSCULO (Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


Procuramos mártires
para justificativas
mártires são descartáveis

Observamos martirizar
por consolação
martirizar é justificável

Fabricamos martirizáveis
entre escombros
martirizáveis são incapazes

Apreciamos martirizado
como vitrines
martirizado é perecível

Tornamos “martiriozos”
sobre egos
“martiriosos” são inacreditáveis

Gozamos martirizando
quando justo
martirizando é palpável

Gostamos de martírios
que entregam-se
martírios são indefectíveis

– mulheres nada mais são que um ato, um fato, um ser; quando tratadas por edis enquanto mercadoria ou mecanismo de manobra de um sistema já tão bem engrenado.
– mulheres nada mais estão que a frende do ato, fato, ser, quando somadas por considerações, consciência de cada um dos seres que a colocam enquanto mero produto descartável.

Que feliz dia das mulheres que nada…
Acordemos para a verdadeira condição que se encontra o todo para que possamos sair dessa cena de repetição anual onde se compartimenta datas comercialmente e se lança mão do que realmente existe por trás das muralhas que cegam nossos já tão defasados sentidos físicos.

à voce mulher…

Anúncios
Published in: on 19 de abril de 2019 at 13:43  Deixe um comentário  

ESSE SER MULHER SER (Série Poesia na Poesia) ROBERTA LESSA


ESSE SER MULHER SER (Série Poesia na Poesia) ROBERTA LESSA

ESSE SER MULHER
forte no consorte: encanto
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
enquanto no encanto: sutileza
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
leveza na sutileza: amor
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
calor no amor: harmonia
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
alegria na harmonia: esperança
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
aliança na esperança: coração
MULHER ESSE SER

ESSE SER MULHER
emoção no coração: forte
MULHER ESSE SER

Em diálogo com o poema “Mulher II” de autoria de Elie Mathias

Imagem da Internet

Published in: on 19 de novembro de 2018 at 8:17  Comentários desativados em ESSE SER MULHER SER (Série Poesia na Poesia) ROBERTA LESSA  

UMA NOITE DENTRO DE MIM (Série Poema No Poema)ROBERTA LESSA


Há uma noite dentro de mim, que chora de véspera à espera de lutas por virem: ser noite não é o mesmo que de por ela ser habitada .

Há uma véspera dentro de mim, que nutre luta à espera de vesdistâncias por surgirem: ser véspera não é o mesmo de por ela ser revelada.

Há uma luta dentro de mim, que distancia medo à espera de janelas por abrirem: ser luta não é o mesmo de por ela ser ampliada.

Há uma janela dentro de mim, que muda visão à espera de buscas por medirem: ser janela não é o mesmo de por ela ser justificada.

Há uma mudança dentro de mim, que fortalece busca à espera de loucuras por seguirem: ser mudança não é o mesmo de por ela ser acolhida.

Há uma busca dentro de mim, que enobrece alma à espera de vésperas por emergirem: ser busca não é o mesmo de por ela ser fundamentada.

Há uma louca dentro de mim, que anoitece forte à espera de noites por ocorrerem: ser loucura não e o mesmo de por ela ser contemplada.

A imagem pode conter: pessoas sentadas, planta, flor e atividades ao ar livre
Published in: on 12 de novembro de 2018 at 16:30  Comentários desativados em UMA NOITE DENTRO DE MIM (Série Poema No Poema)ROBERTA LESSA  

NOSSOS MINUTOS ( Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


.BOM DIA BOA TARDE BOA NOITE…
“…que toda soma dos minutos desse dia se transforme em boas e plenas realizações: saibamos perpetuar cada segundo bem vivido para que possamos saber através da gratidão o quanto somos privilegiados por viver nesse plano, tempo e espaço, e finalmente sermos dignos de adentrar e conhecer tantas outras belas dimensões…”
…BOM DIA BOA TARDE BOA NOITE.

Published in: on 12 de novembro de 2018 at 16:25  Comentários desativados em NOSSOS MINUTOS ( Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  

EU E VOCÊ (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA


 

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenas palavras nos torna grandes seres alados…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenos toques nos faz grandes parceiros…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenos poemas nos constrói em grandes rimas…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenas passagens nos conduz à grandes estradas…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenos sinais nos aproxima de grandes momentos…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenas surpresas nos mostra grandes possibilidades…
AMAR DE AMA AMANDO

AMAR SE APRENDE AMANDO
… quando pequenos sorrisos nos conduz para grandes instantes…
AMAR DE AMA AMANDO

Published in: on 12 de novembro de 2018 at 16:23  Comentários desativados em EU E VOCÊ (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA  

A MINHA NA SUA JANELA (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA


 

A MINHA JANELA
… vento flamejante surge indolente no meu caminhar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
… carne indolente que toca flamejante o meu cantar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
…nuvem contente que passeia indolente no meu olhar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
…passo ardente que corre contente no meu flanar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
…chuva quente que nutre ardente o meu gostar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
… sol ardente que aquece fremente o meu pensar…
NA SUA JANELA

A MINHA JANELA
… corpo indolente que adentra eloquente o meu pulsar…
NA SUA JANELA
`gratidão à você que sabe o por quê.

Published in: on 12 de novembro de 2018 at 16:21  Comentários desativados em A MINHA NA SUA JANELA (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA  

AVES E FLORES EM MIM (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA


10583_285097664932764_1691301670_n
AMO SERES INTELIGENTES
– Chegue chegando, mas venha com intensidade…
GENTE DO BEM HÁ DE SE AMADA

AMO SERES CONTENTES
– Navegue navegando, mas siga com tranquilidade…
GENTE COM SAL HÁ DE SER AMADA

AMO SERES ADSTRINGENTES
– Ame amando, mas sinta com veracidade…
GENTE HARMONIOSA HÁ DE SER AMADA

AMO SERES ABSORVENTES
– Queira querendo, mas saiba de minha unicidade…
GENTE SIMPLES HÁ DE SER AMADA

AMO SERES RESILIENTES
-Mire mirando, mas envolva toda integridade…
GENTE DA LUZ HÁ DE SER AMADA

AMO SERES ENVOLVENTES
– Olhe olhando, mas observe meu com amabilidade…
GENTE QUE AMA HÁ DE SER AMADA

AMOS SERES ABRANGENTES
– Saiba sabendo, mas ouse amar com durabilidade…
GENTE QUE RESPEITA HÁ DE SER AMADA

Imagem da Internet

Published in: on 23 de setembro de 2018 at 13:19  Comentários desativados em AVES E FLORES EM MIM (Série Poema No Poema) ROBERTA LESSA  

INDIGNA AÇÃO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


 

E agora “doutoras” da sociedade que “lutam” pela causa da mulher?
Quantas Marias, Manoelas, Mercedes? (…)

E agora “doutores” da sociedade que “discursam” pela causa da mulher?
Quantas Fernandas, Flávias, Franciscas? (…)

E agora “homens” da sociedade que “pranteiam” pela causa da mulher?
Quantas Renatas, Raquéis, Rosas? (…)

E agora “mulheres” da sociedade que “choram” pela causa da mulher?
Quantas Patrícias, Paulas, Pedrinas? (…)

E agora ” apresentadoras” da sociedade que “ganham” pela causa da mulher?
Quantas Antonias, Anas, Angelas? (…)

E agora “apresentadores” da sociedade que “computam” pela causa da mulher?
Quantas Valentinas, Vitórias, Valérias? (…)

E agora “candidatos” da sociedade que “lucram” pela causa da mulher?
Quantas Sandras, Suelis, Serafinas? (…)

Published in: on 10 de setembro de 2018 at 15:02  Comentários desativados em INDIGNA AÇÃO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  

DESALINHAVO (Série Reflexiva mente) ROBERTA Roberta Lessa


DESCONSIDERADO DESESPEROS
diante do dedo dons devem dançar
DESCONTO DESNECESSÁRIO DESCERÃO

DESSAS DE DESENCANTO E DESTEMPERO
dentre dúvidas dádivas decompõem datas
DISTANTE DIÁSPORA DIALOGADA

DENTRO DA DOCILIDADE DIGESTIVA
dulcissimamente deixa dedo dedicar dores
DESENHO DOGMAS DESIGNADOS

DÚBIAS DATAS DETÉM DIÁLOGOS
diásporas descomunais dialogam decisões
D’OUTROS DIAS DOUTRINADORES

DANÇAM DOCEMENTE DÉBEIS DIVAS
digna doutrina decide diálogos diametral
DEMENTES DOLORIDOS DITAM DÚVIDAS DISSO

DIZIMANDO DETRITOS DÚVIDAS DESESTIMULAM
disso dito datam declarações difusas de delegados
DESESPERANÇANDO DELICIOSOS DÚCTEIS DOCÉIS

DESEJOS DESALOJAM D’ÁLMA DUPLOS DIAMANTES
Dante desertifica deléveis disciplinas
DEPOSITADOS D’ONDE D’ANTES DESCIAM DADIVAS

Foto Poema (Imagem da Internet)RL2016Imagem da internet em foto poema de RLessa

Published in: on 10 de setembro de 2018 at 13:48  Comentários desativados em DESALINHAVO (Série Reflexiva mente) ROBERTA Roberta Lessa  

POETA QUE AMO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


FOTO POEMA - rEFELEXÃO 1

 

saudade verdadeira, sentida, parida de encontros vindos.
poesia verdadeira, parida, gerida de toques idos.
poeta de verdade, saudade de amores literários e libertários.
verdade de saudade, poeta de amores universais e literais.

Quando muito o Jorro de idéias prospera em palavras, em frases, em períodos, páginas, capítulos literariamente compostos sem se perceber distante do que escreve daquilo que se vive e é.

Imagem recolhida da internet e feita em Foto Poema: RLessa

 

Published in: on 10 de setembro de 2018 at 11:21  Comentários desativados em POETA QUE AMO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Blog Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Curtir THE Novo

Espiritualidade, Alegria e tudo que há THE novo

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

poesia lunar

cercada de poesia por todos os lábios

Portal Anarquista

pelo apoio mútuo e pela autogestão

Coleção Livro de Artista

Este blog tem como objetivo divulgar a Coleção Livro de Artista da Universidade Federal de Minas Gerais, a primeira coleção em uma biblioteca de universidade pública no Brasil. Iniciada em novembro de 2009 com a doação de um conjunto de livros de Alex Flemming, Guto Lacaz, Marilá Dardot e Paulo Bruscky. O acervo possui mais de 700 livros catalogados e atualmente é o maior acervo do Brasil.

%d blogueiros gostam disto: