VIVO RINDO (Série Reflexiva Mente)ROBERTA LESSA


000000

 

VIVO RINDO DE AMORES…
MAS JAMAIS DE FAZERES.

VIVO RINDO DE SITUAÇÕES…
MAS JAMAIS DE CONDIÇÕES…

VIVO RINDO DE FLORES …
MAS JAMAIS DE DORES.

VIVO RINDO DE PAIXÕES…
MAS JAMAIS DE EMOÇÕES.

VIVO RINDO DE LUARES…
MAS JAMAIS DE LUGARES.

VIVO RINDO DE ILUSÕES…
MAS JAMAIS DE INTUIÇÕES.

VIVO RINDO DE PODERES…
MAS JAMAIS DE SABERES.

Anúncios

SENDA (Série Reflexiva Mente)ROBERTA LESSA


 

CONEXÃO MAIOR É REALIDADE EM CONSTRUÇÃO
… tanta ostentação em adquirir marcas…
CAMINHAR É PELO MEIO É TRANSCENDER

MARGARIDAS (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


529442_3823794146479_663940234_n
Imensos canteiros retangulares à terra fértil, logo ali, logo lá.
Brisa matinal entre névoas e orvalhos, sempre ali, sempre lá.
Orvalhadas pelas úmidas manhãs outonais, como ali, como lá.
Hastes dançam fortes em ventos ondulantes, ande ali, onde lá.
Abelhas sabem da doçura e zunem os sabores, bem ali, bem lá.
Umas eram pequenas de encher os olhos, amam ali, amam lá.
Outras gigantes de encher as mãos nuas, luzem ali, luzem lá

POEMINHA POR AMOR (Série Poema no Poema)ROBERTA LESSA


222612_4847410656252_1374364902_n.jpg

 

ANDO
Ando à procura de um olho que me olhe no olho.
OLHO

OLHO
Olho janelas, estradas e corações e nada vejo.
VEJO

VEJO
Vejo luzes que partem do peito e chegam em quem amo.
AMO

AMO
Amo e assim me preencho de sentimento que se torna canto.
CANTO

CANTO
Canto pelas ruas na cidade que busco algo muito vivo.
VIVO

VIVO
Vivo entre estrelas e desertos que faz com que eu oro.
ORO

ORO
Oro por entre sendas e lendas que desafiadoramente ando.
ANDO

 

ESSE TANTO HUMANO (Série Metafórica)RLESSA


 562369_10200293876802679_1188042508_n
…E SEQUER SE DÃO CONTA…
– Ah humanidade tão desumana que forja valores à fórceps, instituem esquecimentos à marteladas, constituem “cogito” à “ergo sum”.
…E SEQUER BUSCAM A CONTA…
Published in: on 30 de junho de 2017 at 20:43  Comentários desativados em ESSE TANTO HUMANO (Série Metafórica)RLESSA  
Tags: , , , , , , , , , , ,

OLHOS E OLHARES (Série Apenas Uma Frase) ROBERTA LESSA


Olhar longínquo, como é distante o horizonte que encerra um coletivo, passos cadenciados em plena marcha decisiva para a sobrevida de cada indivíduo; olho ao longe e percebo sem muita nitidez, formas quase translucidas daquilo que agora ecoa para além de mim, a A fome do ser desertificou -se em sentimentos de ausências e certezas de retornos

QUANDO MUITO AMO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


395207_4055728904703_1657267772_n

DO QUE VEJO EM VOCÊ…

Vi em suas mãos rotas pela lida, o espelho do verdadeiro ser que mesmo com a alma ainda por lapidar, se percebe divinal.

Ouvi em suas falas roucas pelo tempo. o delicado do oculto que mesmo com o labor ainda por findar, se percebe essencial.

Toquei em seus olhos loucos pelo saber, o sagrado do outro que mesmo com o crer ainda por refinar, se percebe crucial.

Busquei em sua face tecida pelo vento, o gosto do resistir que mesmo com o envelhecer ainda por chegar, se percebe memorial.

Provei em sua boca calada pelo esperar, o sumo do corpo que mesmo com o silêncio ainda por falar, se percebe vivencial.

Notei em seu pé ressequido pelo caminho, o plumo do ser que mesmo com o pisar ainda por firmar, se percebe  hominal.

Resgatei em seu coração iluminado pelo querer, o sentido do amor que mesmo com o crer por amar, se percebe natural.

…DO QUE EM MIM VEJO.

BREVE OBSERVAÇÃO:

Teço uma homenagem aos seres de tradição que existem em mim, em você, em nós… São esses seres que conquistam-me  mais que um perfume caro, que unha bem feita, que roupa de marca, que palavra falaciosa… O verdadeiro ser integral é aquele que mesmo nas agruras diárias sabe diferenciar os que são, os que estão e os que serão. Temos o sagrado privilégio da livre escolha, de nossos caminhos, companheiros de caminhadas e aprendizados por buscar …
Published in: on 28 de junho de 2017 at 14:13  Comentários desativados em QUANDO MUITO AMO (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  
Tags: , ,

SOBRE SEMENTE (Série Apenas Uma Frase) ROBERTA LESSA


Deixemos que nos transformemos em cerejeiras, assim a primavera se aproxima e nos faz o bem das cores brotar e nos fará felizes…

 

IMPREVISÍVEL (Série Poema no Poema) IMPOSSÍVEL ROBERTA LESSA


 

IMPREVISIVELMENTE DESEJÁVEL…
Do impossível nada sei, apenas nele não prestei muita atenção.
DESEJO O IMPREVISÍVEL…

INCONTROLAVELMENTE INVEJÁVEL…
No impossível nada prestei, apenas nele não mirei muita emoção.
INVEJO O INCONTROLÁVEL…

INDOMAVELMENTE PREVISÍVEL…
Para impossível nada mirei, apenas nele não  direi muita lição.
PREVEJO O INDOMÁVEL…

INTRANPONIVELMENTE LAMPEJÁVEL…
Com impossível nada direi, apenas nele não serei muita junção.
LAMPEJO O INTRANSPONÍVEL…

IRRECONHECIVELMENTE CORTEJÁVEL…
De impossível nada serei, apenas nele não verei muita união.
CORTEJO O IRRECONHECÍVEL…

INSUBSTITUIVELMENTE MANEJÁVEL
Em impossível nada verei, apenas nele não provei muita observaçao.
MANEJO  O INSUBSTITUÍVEL…
Sem impossível nada provei, apenas nele não sei muita comoção.

 

Published in: on 28 de junho de 2017 at 1:42  Comentários desativados em IMPREVISÍVEL (Série Poema no Poema) IMPOSSÍVEL ROBERTA LESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

FLORES (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


Flores são encantamentos do Sagrado para com os seres viventes, somadas fomentam o deslumbramento que promove no ser o desejo de se ver melhor, de criar um mundo melhor; crescem, tornam-se cores e muitas vezes se abrem lançando ao vento a semente que frutificará suas filhas em outras paisagens: há flores que existem e outras que resistem; há seres que são flores: existem e resistem.
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Curtir THE Novo

Espiritualidade, Alegria e tudo que há THE novo

marcianossabemler.wordpress.com/

Para gostar tanto de livros, só poder ser ETE!

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

Poesia Lunar

cercada de poesia por todos os lábios

%d blogueiros gostam disto: