TEMPO (Série Poema Minimalista) ROBERTA LESSA


0000000000000
ONTEM ESPANTO
HOJE ACALANTO
AMANHÃ CANTO
Anúncios

BRASIL (Série Reflexiva) ROBERTA LESSA


223075_10200499095893028_1073376523_n
BRASIL apesar e com todas as flores ainda insisto em amar todas suas matas que mesmo depredadas resistem para que nós humanos possamos viver nossa brasilidade.
BRASIL apesar e com todas as dores ainda insisto em tocar todas suas almas que mesmo aviltadas resistem para que nós humanos possamos crescer nossas inventividades.
BRASIL apesar e com todas as dores ainda insisto em tocar todas suas almas que mesmo aviltadas resistem para que nós humanos possamos crescer nossas inventividade. criatividades.
BRASIL apesar e com todos os sabores ainda revisto em rememorar todas suas histórias que mesmo mascaradas sobrevivem para que nós humanos possamos estabelecer nossa solidariedade.
BRASIL apesar e com todos os labores ainda existo em participar de todas suas artes que mesmo desprezadas reproduzem para que nós humanos possamos enriquecer nossa nacionalidade.
BRASIL apesar e com todos os ditadores ainda invisto creditar todas suas potências que mesmo aviltadas crescem para que nós humanos possamos engrandecer nossas capacidades.
BRASIL apesar e com todas as lidas ainda visito em altar todas suas sacralidades que mesmo adulteradas aparecem para que nós humanos possamos agradecer nossa brasilidade.

COM POÉTICA (Série Poema no Poema)ROBERTA LESSA/FÁBIO BRANDÃO


10646650_10206575255193213_3047231426185991755_n

 

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um soar poético que aprova.
… POETAS SÃO E NÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um voar peripatético que trova.
… POETAS NÃO E ESTÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um zoar fonético que desaprova.
… POETAS ESTÃO E VÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um doar pirético que reprova
… POETAS VÃO E SÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um toar estético que inova.
… POETAS SÃO E NÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um egoar peripatético que renova.
… POETAS NÃO E IRÃO.

LONGE, LÁ LONGE E TÃO PERTO…
– Um loar estético que comprova.
… POETAS IRÃO E SÃO.

 

EM DIÁLOGO COM O POEMA “DNA DA POESIA”, DE AUTORIA DE FÁBIO BRANDÃO

BORBOLETEANDO ROBERTA LESSA/NORMA APARECIDA SILVEIRA MORAES


311115_15a6d

BORBOLETEANDO – I

ASAS LIBERTAS
PLENA TRANSMUTAÇÃO
VÉUS E CÉUS TERÃO

BORBOLETEANDO – II

SURGEM CASULOS
SINTOMAS DE MIGRAÇÃO
EM VERSOS NULOS

BORBOLETEANDO – III

PRISÃO ROMPIDA
TRANSCENDENDO  VISÃO
ASAS ARDENTES

BORBOLETEANDO – IV

NUVENS ADENTRAM
SOMEM TOLOS MEDOS
VENTANDO ASAS

BORBOLETEANDO – V

TOQUES SUAVES
EM PÉTALAS SUBLIMES
BEIJANDO NECTAR

BORBOLETEANDO – VI

PRESA AO QUADRO
SECA DE TODA VIDA
BORBOLETA É

BORBOLETEANDO – VI

ASAS LIBERTAS
PLENA TRANSMUTAÇÃO
VÉUS E CÉUS TERÃO

EM DIÁLOGO COM O HAIKAI  “723-724”, DE AUTORIA DE MARIA APARECIDA SILVEIRA MORAES.

ACESSO: http://www.recantodasletras.com.br/haikais/5902610

DITADURA DO POLITICAMENTE CORRETO (Série Reflexiva) ROBERTA LESSA


561391_10200239507323476_1164440105_n
– Quando a consciência é inconsciente vale a pena praticá-la?
– Quando a honestidade é desonesta vale a pena implantá-la?
– Quando a flexibilidade é inflexível vale a pena ostentá-la?
– Quando a praticidade é impraticável vale a pena fomentá-la?
– Quando a realidade é irreal vale a pena decantá-la?
– Quando a potencialidade é impotente vale a pena aguentá-la?
– Quando a igualdade é desigual vale a pena reverenciá-la?
ENQUANTO FORMOS DOMINADOS POR ESSA DITADURA MIDIÁTICA DO POLITICAMENTE CORRETO, TODAS AS CHAGAS COMPORTAMENTAIS PERMANECERÃO FORTALECIDAS NO INCONSCIENTE COLETIVO ENQUANTO EMPREENDEDORES E ADMINISTRADORES DA NAÇÃO CONTINUARÃO LUCRANDO POR TRÁS DE FALSAS CAMPANHAS CONSCIENTIZADORAS NA VERDADE É MAIS UM MECANISMO DE MANIPULAÇÃO DA SOCIEDADE.
– Somos consciente ou impotentes no que somos?
– Somos honestos ou indigestos no que somos?
– Somos flexíveis ou idiotizáveis no que somos?
– Somos práticos ou lunáticos no que somos?
– Somos reais ou bestiais no que somos?
– Somos potências ou incongruência no que somos?
– Somos igualitários ou deficitários no que somos?

NOTAS E RODAPÉS (Série Apenas Uma Frase) RLESSA


consciencia-cristica

 

NOTÍCIAS:

NOTÍCIA SÓ É NOTÍCIA SE HOUVER RESULTADOS DAS INTENSÕES.

NOTÍCIA SÓ GANHA ESPAÇO SE HOUVER MECANISMOS EMOCIONAIS DE MANIPULAÇÕES.

NOTÍCIA SÓ GANHA CONTINUIDADE SE ALGUÉM GANHAR POPULARIDADE…

PENSANDO  O QUANTO SOMOS MANIPULADOS EM TODAS ESTAS REDES, ENTRELAÇADOS DE VERDADES E INVERDADES CONFESSO, ESTOU FARTA DISSO, QUANTAS PESSOAS FAZEM REALMENTE O BEM AO OUTRO E NÃO SOMENTE EM DATAS PRÉ ESTABELECIDA? QUANTAS PESSOAS SE SENSIBILIZAM COM UMA CAUSA REALMENTE ÉTICA E NÃO SOMENTE EM PERÍODOS EM COERÊNCIA COM O PODER VIGENTE? QUANTOS FALAM MAIS ALTOS E DE FORMA EQUÍVOCA E NO INSTANTE QUE TOMAM O PODER JÁ MIRADO ANTECIPADAMENTE AGEM DE FORMA À DETER O PODER? POUCOS OLHAM E VEM OU SE VEEM NA QUESTÃO…

 

POETAS (Série Apenas Uma Frase ) RLESSA/ZEZEZUS


402adf85c7bf1e5524499320e41eaaac

 Poetar é algo visceral, ou melhor até, essencial àqueles que não mais desejam olhar o mundo com os mesmos filtros daqueles que não mais ousam sonhar. És poeta, esteta que ousa o olhar que rima com outro rumos.

EM DIÁLOGO COM O POEMA “POESIA DE NATAL”, DE AUTORIA DE ZEZEZUS

ACESSE: http://www.recantodasletras.com.br/poesias-de-natal/5862581

..

COMER BEBER DORMIR (Série Reflexiva) RLESSA


402adf85c7bf1e5524499320e41eaaac

COMILANÇA À PARTE
nossa arte maior é viver harmoniosamente
CONSUMO À PARTE
nossa sorte maior é saber humildemente
DESEJOS À PARTE
nosso porte maior é conter habilidosamente
DIFERENÇAS À PARTE
nosso baluarte maior é ceder hermeticamente
TEMORES À PARTE
nosso descarte maior é prover holisticamente
INIMIGOS À PARTE
nosso flerte maior é antever harmonicamente
PRESENTES À PARTE
nosso corte maior é crescer heraldicamente

NECESSIDADES (Série Reflexiva) RLESSA


63131_4302065462963_863093695_n
É NECESSÁRIO PERCEBER A INEXISTÊNCIA DAS DIFERENÇAS…
– Por vezes penso, outras ausento.

É URGENTE AÇÕES GLOBAIS DE SALVAGUARDA DA HUMANIDADE..
.-Por vezes ausento, outras busco.

É PRECISO ATENÇÃO E TEMPERANÇA NAS AÇÕES…
– Por vezes busco, outras encontro.

É IMPORTANTE O NÃO TEMOR…
– Por vezes sonho, outras realizo.

É GRADUAL E SISTEMÁTICO O PROCESSO…
– Por vezes realizo, outras silencio.

É O FUTURO OCORRENDO AOS POUCOS..
Por vezes silencio, outras penso.

NOVOS VELHOS TEMPOS (Série Apenas Uma Frase) RLESSA


foto-poema-final-de-ano-2016
“EM TEMPO DE TANTAS INTENSÃO E INTENSIDADE É URGENTE NUTRIR O ESSENCIAL DO SER “
GRATIDÃO À TUDO, AO TODO E À TODOS QUE ESTIVERAM E ESTÃO SEMPRE COMIGO:
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Curtir THE Novo

Luz, Alegria e tudo que há THE novo

marcianossabemler.wordpress.com/

Para gostar tanto de livros, só poder ser ETE!

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

Poesia Lunar

cercada de poesia por todos os lábios

%d blogueiros gostam disto: