MATERNA (Série Diálogos Poéticos) RLESSA


tumblr_nphamjknps1s4u80lo1_r1_500

 

MÃE MULHER
– Entre tantas há as distantes
– Entre tantas há as errantes
– Entre tantas há as elegantes
– Entre tantas há as falantes
– Entre tantas há as divagantes
– Entre tantas há as alucinantes
– Entre tantas há as asfixiantes
– Entre tantas há as gigantes
MÃE AMANTE
– Por assim ser ensina-nos amor
– Por assim ser ensina-nos valor
– Por assim ser ensina-nos fervor
– Por assim ser ensina-nos temor
– Por assim ser ensina-nos humor
– Por assim ser ensina-nos rumor
– Por assim ser ensina-nos destemor
MÃE ESCOLA
– Das que nos transmite saberes
– Das que nos transmite valores
– Das que nos transmite poderes
– Das que nos transmite fazeres
– Das que nos transmite dizeres
– Das que nos transmite humores
– Das que nos transmite quereres
MÃE EXEMPLO
– Dentre tantas as que falam
– Dentre tantas as que resvalam
– Dentre tantas as que elevam
– Dentre tantas as que auxiliam
– Dentre tantas as que encantam
– Dentre tantas as que elevam
– Dentre tantas as que lutam
MÃE MEMÓRIA
– Por saber elas muito podem
– Por saber elas muito medem
– Por saber elas muito cedem
– Por saber elas muito bebem
– Por saber elas muito querem
– Por saber elas muito iludem
– Por saber elas muito fazem
MÃE AUSENTE
– Mesmo que ao longe sempre presente
– Mesmo que ao longe sempre coerente
– Mesmo que ao longe sempre eloquente
– Mesmo que ao longe sempre latente
– Mesmo que ao longe sempre vertente
– Mesmo que ao longe sempre insurgente
– Mesmo que ao longe sempre referente
MÃE ETERNA
– Acrescenta em nós parte de sua vitória
– Acrescenta em nós parte de sua oratória
– Acrescenta em nós parte de sua trajetória
– Acrescenta em nós parte de sua glória
– Acrescenta em nós parte de sua sabedoria
– Acrescenta em nós parte de sua fúria
– Acrescenta em nós parte de sua matéria

EM DIÁLOGO COM O TEXTO “MÃE- A ARTE DE PROCRIAR”, DE AUTORIA DE TOM OLI

 

 

Anúncios
Published in: on 26 de outubro de 2016 at 16:02  Comentários desativados em MATERNA (Série Diálogos Poéticos) RLESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

EMÃECIPADA DE AMOR ETERNO – (RLessa/Jan/2015)


Imagem coletada na internet

Imagem coletada na internet

DECLARAÇÃO DO EXISTIR E RESISTIR

Eu tenho um denguinho em casa… e a amo.
Eu tenho um anjinho em casa… e a amo.
Eu tenho uma força em casa… e a amo.
Eu tenho um milagre em casa… e a amo.
Eu tenho uma vida em casa… e a amo.
Eu tenho uma estrela em casa… e a amo.
Eu tenho uma mãe em casa… e a amo.

DECLARAÇÃO DE HUMOR E DE AMOR

A amo mesmo quando se torna criança marota.
A amo mesmo quando se torna esquecida da vida.
A amo mesmo quando se torna triste e melancólica.
A amo mesmo quando se torna sarrista e aprontona.
A amo mesmo quando se torna sorrisos e olhares.
A amo mesmo quando se torna esquecida de se cuidar.
A amo mesmo quando se torna difícil de caminhar.

DECLARAÇÃO DE CONDIÇÃO E ELEVAÇÃO

Eu sou privilegiada por todo esse amor recebido
Eu sou extasiada por todo esse carinho merecido
Eu sou inebriada pela sua forma de ser e de olhar
Eu sou emocionada por tê-la sempre bem e ao lado
Eu sou povoada por tudo isso que me rodeia
Eu sou apreciada por esse ser que muito me ama
Eu sou velada quando durmo ou saio de casa

DECLARAÇÃO DE AFETO E   ÍMPETO

Acabei de ler junto de Dona Belinha e choramos juntas.
Acabei de ler junto de Dona Belinha e recebi um beijo.
Acabei de ler junto de Dona Belinha e sei de sua importância
Acabei de ler junto de Dona Belinha e adormecerei feliz
Acabei de ler junto de Dona Belinha e fomos tomar um cafezinho
Acabei de ler junto de Dona Belinha e jogamos dominó
Acabei de ler junto de Dona Belinha e abracei pedindo colo.

Homenagem à minha mãe querida…

EMÃECIPADA DE AMOR ETERNO</p><br />
<p>Eu tenho um denguinho em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho um anjinho em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho uma força em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho um milagre em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho uma vida em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho uma estrela em casa... e a amo.<br /><br />
Eu tenho uma mãe em casa... e a amo.</p><br />
<p>A amo mesmo quando se torna criança marota.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna esquecida da vida.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna triste e melancólica.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna sarrista e aprontona.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna sorrisos e olhares.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna esquecida de se cuidar.<br /><br />
A amo mesmo quando se torna difícil de caminhar.</p><br />
<p>Eu sou privilegiada por todo esse amor recebido<br /><br />
Eu sou extasiada por todo esse  carinho merecido<br /><br />
Eu sou inebriada pela sua forma de ser e de olhar<br /><br />
Eu sou emocionada por tê-la sempre bem e ao lado<br /><br />
Eu sou povoada por tudo isso que me rodeia<br /><br />
Eu sou apreciada por esse ser que muito me ama<br /><br />
Eu sou velada quando durmo ou saio de casa</p><br />
<p>Acabei de ler junto de Dona Belinha e choramos juntas.<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha  e recebi um beijo.<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha  e sei de sua importância<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha e adormecerei feliz<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha  e fomos tomar um cafezinho<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha  e jogamos dominó<br /><br />
Acabei de ler junto de Dona Belinha  e abracei pedindo colo.</p><br />
<p>Homenagem à minha mãe querida...
Published in: on 12 de novembro de 2014 at 12:51  Comentários desativados em EMÃECIPADA DE AMOR ETERNO – (RLessa/Jan/2015)  
Tags: , , , , , , , , , , , ,
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Blog Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Curtir THE Novo

Espiritualidade, Alegria e tudo que há THE novo

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

poesia lunar

cercada de poesia por todos os lábios

Portal Anarquista

pelo apoio mútuo e pela autogestão

Livro de Artista

Este blog tem como objetivo divulgar a Coleção Livro de Artista da Universidade Federal de Minas Gerais, a primeira coleção em uma biblioteca de universidade pública no Brasil. Iniciada em novembro de 2009 com a doação de um conjunto de livros de Alex Flemming, Guto Lacaz, Marilá Dardot e Paulo Bruscky. O acervo possui mais de 700 livros catalogados e atualmente é o maior acervo do Brasil.

%d blogueiros gostam disto: