VERDADE (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA


0.png

 

O que resta à voz se não calar-se diante das verdades que insultam ou exultam versões  equivocadas de si mesmas?

Serei eu leal à isso ou contrário à tudo, sendo que a maior herança postural será a decrepitude imparcial de quem ainda crê  nos equívocos existentes?

– Nessa nave louca e desgovernada de certezas, os sentidos das coisas se invertem vertendo indiferentes às propriedades que a servidão molda ao ser.

Anúncios
Published in: on 16 de julho de 2017 at 6:22  Comentários desativados em VERDADE (Série Reflexiva Mente) ROBERTA LESSA  
Tags: , , , ,

ACEITAÇÕES (Série Diálogos Poéticos) ROBERTA LESSA


 

ACEITO FLORES
… sem reservas ou epitáfios …
… sem trevas ou anúncios …
… sem assertivas ou prenúncios …
… sem tratativas ou resquícios …
… sem prerrogativas ou anseios …
… sem ressalvas ou desafios …
… sem curvas ou discursos …
FLORES COM CORES

ACEITO CORES
… destas que alumiam e adentram …
… destas que chilreiam e aconchegam …
… destas que associam e dialogam …
… destas que norteiam e alumiam …
… destas que delineiam e formam …
… destas que privilegiam e acalmam …
… destas que anseiam e penetram …

CORES COM SABORES
ACEITO SABORES
… entre estradas e caminhos por virem …
… entre cruzadas e espinhos por caírem …
… entre explanadas e carinhos por sentirem …
… entre escadas e ninhos por constituírem …
… entre garfadas e desalinhos por advirem …
… entre piadas e escaninhos por possuírem …
… entre entradas e descaminhos por imitirem …
SABORES COM VALORES

ACEITO VALORES

… Para que eu possa dançar fomentos …

… Para que eu possa nadar encantos …

Para que eu possa dedicar alentos …

… Para que eu possa pegar  cantos …

… Para que eu possa buscar recantos …

… Para que eu possa quebrar quebrantos …

… Para que eu possa jurar sentimento …

VALORES COM FULGORES

ACEITO FULGORES

… Onde houver visão que eu não seja a distração …

… Onde houver distração que eu não seja a consumição …

… Onde houver consumição que eu não seja a erosão …

… Onde houver erosão que eu não seja a proibição …

… Onde houver proibição que eu não seja a aceitação …

… Onde houver aceitação que eu não seja a prostração …

… Onde houver prostração que eu não seja a visão …

FULGORES COM LABORES
ACEITO  LABORES

… Pelo que busco nada mais sei senão o cantar …

… Pelo que encanto nada mais desejo senão o buscar …

… Pelo que desejo nada mais espero senão o encantar …

… Pelo que espero nada mais falo senão o desejar …

… Pelo que falo nada mais juro senão o esperar  …

… Pelo que juro nada mais busco senão o falar …

LABORES COM FURORES
ACEITO FURORES

… há um infinito em mim ainda por existir …

… há uma incógnita em mim ainda por parir …

… há um instante em mim ainda por consentir …

… há uma loucura em mim ainda por luzir …

… há um olhar em mim ainda por punir …

… há uma soma em mim ainda por reunir …

… há um parâmetro em mim ainda por redimir …

FURORES COM FLORES

ACEITO FLORES
… sem reservas ou epitáfios …
… sem trevas ou anúncios …
… sem assertivas ou prenúncios …
… sem tratativas ou resquícios …
… sem prerrogativas ou anseios …
… sem ressalvas ou desafios …
… sem curvas ou discursos …
FLORES COM CORES
 
ACEITO CORES
… destas que alumiam e adentram …
… destas que chilreiam e aconchegam …
… destas que associam e dialogam …
… destas que norteiam e alumiam …
… destas que delineiam e formam …
… destas que privilegiam e acalmam …
… destas que anseiam e penetram …
CORES COM SABORES
 
ACEITO SABORES
… entre estradas e caminhos por virem …
… entre cruzadas e espinhos por caírem …
… entre explanadas e carinhos por sentirem …
… entre escadas e ninhos por constituírem …
… entre garfadas e desalinhos por advirem …
… entre piadas e escaninhos por possuírem …
… entre entradas e descaminhos por imitirem …
SABORES COM VALORES
 
ACEITO VALORES
… Para que eu possa dançar fomentos …
… Para que eu possa nadar encantos …
… Para que eu possa dedicar alentos …
… Para que eu possa pegar  cantos …
… Para que eu possa buscar recantos …
… Para que eu possa quebrar quebrantos …
… Para que eu possa jurar sentimento …
VALORES COM FULGORES
 
ACEITO FULGORES
… Onde houver visão que eu não seja a distração …
… Onde houver distração que eu não seja a consumição …
… Onde houver consumição que eu não seja a erosão …
… Onde houver erosão que eu não seja a proibição …
… Onde houver proibição que eu não seja a aceitação …
… Onde houver aceitação que eu não seja a prostração …
… Onde houver prostração que eu não seja a visão …
FULGORES COM LABORES
 
ACEITO  LABORES
… Pelo que busco nada mais sei senão o cantar …
… Pelo que encanto nada mais desejo senão o buscar …
… Pelo que desejo nada mais espero senão o encantar …
… Pelo que espero nada mais falo senão o desejar …
… Pelo que falo nada mais juro senão o esperar  …
… Pelo que juro nada mais busco senão o falar …
LABORES COM FURORES
 
ACEITO FURORES
… há um infinito em mim ainda por existir …
… há uma incógnita em mim ainda por parir …
… há um instante em mim ainda por consentir …
… há uma loucura em mim ainda por luzir …
… há um olhar em mim ainda por punir …
… há uma soma em mim ainda por reunir …
… há um parâmetro em mim ainda por redimir …
FURORES COM FLORES

SEU RISO(Série Apenas Uma Frase) ROBERTA LESSA


222
… E CONTAM COM ESSA IDENTIDADE BRASILEIRA DE RIR DE TUDO E DE SUA PRÓPRIA CONDIÇÃO…
Published in: on 26 de maio de 2017 at 14:44  Comentários desativados em SEU RISO(Série Apenas Uma Frase) ROBERTA LESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

EQUIVOCOS VERBAIS (Série Frases que Ainda Ouço)ROBERTA LESSA


395207_4055728904703_1657267772_n

(Foto Poema-RLessa) Imagem da Internet

“(…) SINTA-SE PRIVILEGIADA SÓ PELO FATO DE SERVIR-ME(…)” 
Published in: on 26 de maio de 2017 at 13:09  Comentários desativados em EQUIVOCOS VERBAIS (Série Frases que Ainda Ouço)ROBERTA LESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

SOBRE ARTE – V (Série Apenas uma Frase) ROBERTA LESSA


485316_4847344774605_1539992446_n
Há quem busca arte em resultados, na posse, no consumo, nos atropelos, e nem percebe que ela o é sem que sejamos, o faz sem que a façamos, existe sem que a solucionemos…
Published in: on 12 de fevereiro de 2017 at 23:25  Comentários desativados em SOBRE ARTE – V (Série Apenas uma Frase) ROBERTA LESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

MEUS MESTRES (Série Ode Em Casa) RLESSA


0000
Tive ótimos e inteligentes mestres, outros apenas desafios….
Tive saudáveis e amados mestres, outros apenas desafios….
Tive queridos e aconchegantes mestres, outros apenas desafios….
Tive comprometidos e leais mestres, outros apenas desafios….
Tive calmos e educativos mestres, outros apenas desafios….
Tive espelháveis e libertadores mestres, outros apenas desafios….
Tive ternos e eternos mestres, outros apenas desafios….
MESTRES ME CONDUZIRAM AO LIVRE PENSAR E OS DESAFIOS TREINARAM-ME AO LIVRE OPTAR.

REFLEXÃO E INFLEXÃO (Série Reflexiva) RLESSA


editor_1471450476_7roovbhe
Reflexão é necessária se transformada em ação
Reflexão é preciosa se valorizada com ações
Reflexão é urgente se transitante em ações
Reflexão é efervescente se transmutada por ações
Reflexão é contagiante se transmitida por ações
Reflexão é evolução se caminhando com ações
Reflexão é resultado se labutada nas ações
PRESENTEMENTE “SUBJUNTO” O FLEXIONAR VERBOS PARA:

que eu reflita
que tu reflitas
que ele reflita
que nós reflitamos
que vós reflitais
que eles reflitam

MAS SINTO MUITO AINDA A FLEXIBLIZAR (ME) …

 

Published in: on 17 de outubro de 2016 at 20:35  Comentários desativados em REFLEXÃO E INFLEXÃO (Série Reflexiva) RLESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ODE AOS LEITORES DESCABIDOS (Série Ode Em Casa) RLESSA


11073330_10204818088625147_4380269842885515070_n.jpg

 

Meu bom dia hoje é desprovido de poesia sintética, mas intenso em conteúdos que emprestei de meus muitos amados poetas, vale a pena ganhar um tempinho com esses amigos literatos,

Como eu hoje já ganhei minha manhã:

– Para os não-leitores que são incapazes de ler uma boa literatura e apenas desejam censurar os texto por eles muitas vezes mal lidos um conselho e antes de mais nada :

=aprendam a ler literatura.

 

Published in: on 6 de outubro de 2016 at 14:25  Comentários desativados em ODE AOS LEITORES DESCABIDOS (Série Ode Em Casa) RLESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

OLHAR (Série Nanocontos) ROBERTA LESSA/ANTONIO TAVARES DE LIMA


942271_1110135902341297_2191524757280686994_n

 

VISÃO RADIANTE SOMENTE QUANDO DISTANTE ADMITES AUSÊNCIA.

 

EM DIÁLOGO COM O POEMA “OLHAR INDECIFRÁVEL”, DE AUTORIA DE ANTONIO TAVARES DE LIMA

Published in: on 22 de setembro de 2016 at 12:42  Comentários desativados em OLHAR (Série Nanocontos) ROBERTA LESSA/ANTONIO TAVARES DE LIMA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

QUESTÕES ALEATÓRIAS (Série Filosofiando Ideias) ROBERTA LESSA


150182_4105985401084_1051602914_n

 

“Pequenissímissimas” questões aleatórias

EXISTE O INVISÍVEL EM CADA PESSOA?

SOMOS TIRANOS TIRANIZADOS?

O VERDADEIRO SÁBIO DISTANCIA AS PESSOAS?

SOMOS SERES MORTAIS E IMORTAIS NESSA DIALÉTICA VIDA?

NÓS SOMOS A POTENCIA DAQUILO QUE ESTÁ EM NÓS LATENTE?

INVENTAMOS MITOS PARA EXPLICAR TUDO POR METÁFORAS?

ADMINISTRAMOS BEM CADA UM DE NOSSOS PENSAR E AGIR?

O aleatório traduz-nos o migrar dos saberes comuns à sabedoria real.

 

Published in: on 21 de setembro de 2016 at 17:00  Comentários desativados em QUESTÕES ALEATÓRIAS (Série Filosofiando Ideias) ROBERTA LESSA  
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
O LADO ESCURO DA LUA

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

palavra[interna]

JAMES MORAIS & LAIANA DIAS | BRAZIL | Poesias & Reflexões

Liberte-se!

Tem coisas que só sai da gente por escrito.

Blog Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Curtir THE Novo

Espiritualidade, Alegria e tudo que há THE novo

marcianossabemler.wordpress.com/

Para gostar tanto de livros, só poder ser ETE!

DITIRAMBOS

Poemas, Ensaios, Críticas, Biografias, Tudo Sobre Poesia e Poetas Realmente Importantes. A Poesia em Diálogo com outras Artes. A isso se propõe o Ditirambos. Haroldo de Campos: Não importa de fato chamar o poema de poema: importa consumi-lo, de uma ou outra forma, como coisa.

Experimentarte

espaço de expressão do artista

Rubem Alves:

Ler é fazer amor com as palavras.(blog sobre Rubem Alves)

Rubem Alves | Blog não oficial

coletânea de textos desse grande Educador

Esquizofrenia das Artes

Blog dedicado a divulgação cultural e artística

Cacos Metafóricos

por Petterson Farias

Nas Duas Margens

Nas duas margens - blogue de Vamberto Freitas

O LIVRO DOS SERES IMAGINÁRIOS

Vivemos pelo poder das coisas que não existem. Por isso, os deuses são tão poderosos. (Paul Valery)

poesia lunar

cercada de poesia por todos os lábios

Portal Anarquista

pelo apoio mútuo e pela autogestão

%d blogueiros gostam disto: